12/01/2010


“Gosto e preciso de ti,
mas quero logo explicar,
não gosto porque preciso.
Preciso sim, por gostar.”
Mário Lago

7 comentários:

entremares disse...

Há coisas que não se explicam, pois não?

Vivem-se, um dia de cada vez. Quando demasiado pensadas, parecem premeditadas, perde-se até aquele encanto...

Razões do coração, talvez.

Um abraço
Rolando

by " A Invisível " disse...

Querida Anjo de Cor;

Concordo com o Rolando, há coisas que não se explicam, simplesmente têm que ser vividas e sentidas, porque, por vezes até faltam as palavras...
Beijinho* e uma boa noite*

Minhoca disse...

E esta muito bem dito, gostei :)

Vanessa. disse...

Lindíssimo!!!

Malinha viajante disse...

E não é tenho esse poema escrito numa imagem nos arquivos do blog?? (só que nunca publiquei!)
Gostei do novo look aqui da casa, está uma lufada de ar fresco ;)

OLHAR VAGABUNDO disse...

esse mario sabia o que dizia:)

beijo vagabundo

Nelson Soares disse...

Increvel como a simplicidade pode ser tão profunda, tão poderosa...



Stay Well