03/08/2010

Paradoxo do nosso tempo

"Nós falamos demais, amamos raramente,odiamos frequentemente.
Dirigimos rápido demais,ficamos acordados até muito mais tarde,acordamos muito cansados,lemos muito pouco, assistimos TV demais, perdemos tempo demais em relações virtuais.
Multiplicamos nossos bens,mas reduzimos nossos valores.
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.
Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho.
Conquistamos o espaço,mas não o nosso próprio.
Fizemos muitas coisas maiores,mas pouquíssimas melhores.
Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito;
escrevemos mais,mas aprendemos menos; planeamos mais, mas realizamos menos.
Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.
Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca,mas nos comunicamos cada vez menos.
Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta; do homem grande, de carácter pequeno; lucros acentuados e relações vazias.
Essa é a era de dois empregos,vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.
Essa é a era das viagens rápidas,fraldas e moral descartáveis,das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'.
Um momento de muita coisa na vitrina e muito pouco na dispensa"
George Carlin

Este autor tem razão...

7 comentários:

Vera, a Loira disse...

Toda a razão...

Mimi disse...

se tu soubesses quanto gostei deste extracto. Não conhecia, mas fez-me pensar.

Gistei imenso que o tivesses partilhado.

Beijoca!

bono_poetry disse...

sem duvida que concordo com quase td e nao se aplica a mim no seu geral,enfim a humanidade sempre sabe de si!!viva a vida!!

LP disse...

E acho que agora fiquei um pouquinho deprimida! =|

CG disse...

Excelente texto!
É triste, mas é a pura realidade...
Big Kisses

im disse...

Olá :)

Há um prémio lá no Paraíso à tua espera...

Bom fim-de-semana.

Beijinhos

Minhoca disse...

E uma pessoa ate fica pensar....